Quase no final da Exposição, a 21 de setembro, uma criança foi batizada no recinto: Renato José, natural de Ermesinde. Os pais tinham escrito uma carta ao Comissário da Expo’98 a manifestar essa vontade. O batizado ocorreu no Pavilhão da Santa Sé.